Publicidade

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Criado por brasileiros 'Uber do ônibus' promete economia de até 50%

Buser interliga usuários com o mesmo destino a empresas de ônibus

© iStock
O Buser, uma plataforma de transporte compartilhado desenvolvida por brasileiros, começa a operar no dia 7 de julho, em Minas Gerais. O serviço promete economia de até 50% em viagens de ônibus intermunicipais.

Com funcionamento semelhante ao Uber e Cabify 99, a empresa conecta os usuários que vão para o mesmo destino com empresas de frete de ônibus.
Os criadores do Buser esperam que o serviço seja ampliado para outras cidades do país ainda este ano. Marcelo Abritta, co-fundador da empresa, conta que a ideia surgiu da sua experiência pessoal. Nascido em Belo Horizonte, ele mora em São Paulo e precisa se deslocar com frequência entre as duas cidades, contou à Gazeta do Povo.
Traremos para o Brasil, um modelo de sucesso no exterior. É uma verdadeira revolução, que barateia o serviço, melhora a qualidade oferecida e, acima de tudo, cria um ambiente muito democrático, que aumenta muito o poder de escolha do passageiro.”
O preço médio de uma passagem de ônibus entre Belo Horizonte e Viçosa, por exemplo, é de R$ 77 em empresas de transporte. No Buser, o mesmo trecho custará R$ 39,90.
A princípio, o serviço vai funcionar pelo site e as passagens precisarão ser adquiridas com no mínimo 24 horas de antecedência. “Não é uma política clara que está definida ainda, mas em cerca de quatro, cinco dias, você já vai conseguir saber como está a demanda por essa data e se o ônibus vai sair”, explicou Marcelo Vasconcellos, co-fundador do Buser.
Quando a lotação do ônibus atingir 50%, a viagem é confirmada.
Confira os preços:
Belo Horizonte – Ipatinga: R$ 29,90
Ipatinga – Viçosa: R$ 39,90
Belo Horizonte – Viçosa: R$ 39,90
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb