Publicidade

segunda-feira, 19 de junho de 2017

FAB divulga vídeo para alertar sobre risco de balões no espaço aéreo

Inspirado em literatura de cordel, vídeo mostra risco de acidentes e queimadas que a prática pode causar para aeronaves e florestas

© Divulgação/Prefeitura de Jundiaí (SP)

A Força Aérea Brasileira (FAB) começou a veicular campanha para conscientizar a população sobre os riscos de soltar balões. Segundo o órgão, a prática é comum principalmente nesta época de festejos juninos. 


Neste ano, a campanha, que já está sendo veiculada na TV e em portais na internet, é inspirada em literatura de cordel. O vídeo alerta para o risco de acidentes e queimadas que a prática pode causar para aeronaves, cidades e florestas. 
Segundo a FAB, os meses de maio, junho e julho são os que apresentam mais relatos de incidência de balões no espaço aéreo, se comparados com os quatro meses iniciais do ano e, em alguns casos, até com os cinco últimos meses.
No ano passado, nesse período, foram registradas 199 ocorrências, contra 134 de janeiro a abril (48% de aumento), e 177 de agosto a dezembro. De 2015 para 2016, o número de relatos de avistamento de balões aumentou 57%. 
Os balões colocam em risco as aeronaves, dificultando – ou mesmo inviabilizando – a navegação aérea. A pessoa que soltar os artefatos pode ter a ação enquadrada como crime, conforme estabelecido no art. 261 do Código Penal, por colocar em risco as aeronaves e o espaço aéreo brasileiro.
“É uma brincadeira inconsequente e realmente pode resultar numa tragédia. Em um cenário específico, um balão pode derrubar uma aeronave”, explicou o Major Daniel Duarte Moreira Peixoto, porta-voz do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Com informações do Portal Brasil.

Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb