Publicidade

Postagem em destaque

Brasileiras vão aos EUA para ter bebê e garantir cidadania aos filhos

Pela legislação local, qualquer um que nasça lá recebe a cidadania automaticamente, com todos os direitos e deveres © iStock Mulheres...

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Jovem com Síndrome de Down é aprovado em Direito e emociona família

Estudo revela que há cerca de 40 alunos com Síndrome de Down nas universidades brasileiras

© Reprodução
William Vasconcelos, um jovem de 21 anos com Síndrome de Down, emocionou a sua família ao ser aprovado no vestibular para cursar Direito, em Sobral, no Ceará. O estudante promete exercer a sua futura profissão com maestria, independentemente das limitações.

"Sempre gostei de estudar e agora vou realizar um dos meus dois sonhos, que é ser advogado. Admiro essa profissão e vou fazer direito. Não paro por aí, pois quero sempre estudar para me atualizar. Estou ansioso para o início das aulas, no fim de julho", contou William ao G1.
Além de advogado, o jovem revelou que também quer ser ator de novela. "Amo dramaturgia. É outra área que eu gostaria muito de me destacar profissionalmente", disse.
A mãe de William, Eridam Vasconcelos, lembrou do nascimento do filho. Segundo ela, os médicos não deram nenhum diagnóstico. Ela só percebeu que havia algo diferente quando o filho fez seis meses.
Eu comecei a perceber que ele tinha algumas dificuldades, como sentar, sempre estava com a língua para fora sempre e não conseguia segurar o pescocinho. Me assustei quando percebi que meu filho era especial."
Eridam contou que, a princípio, buscou apoio na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). "Foram momentos difíceis porque nossa situação financeira era bem complicada. Mas me dediquei ao William. Tirei ele da Apae porque achava que ele tinha que conviver no mesmo ambiente da minha filha mais velha. E coloquei ele numa escola normal. Na primeira, ele foi excluído de passeios e tive que trocar a instituição de ensino. Hoje vejo o resultado", disse a mãe orgulhosa.
Eu já imaginava que ele passar em uma faculdade, mas de Direito nunca. Acho um curso muito difícil. É muita gratidão que tenho a Deus. Só agradeço!"
Conforme citado pelo G1, um levantamento do “Movimento Down”, realizado em 2016, revela que há cerca de 40 alunos com Síndrome de Down nas universidades brasileiras.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb