Publicidade

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ministro do TSE é acusado de violência doméstica por esposa

Magistrado teria xingado e agredido a mulher após discussão; defesa do ministro fala em "desentendimento"

© Ueslei Marcelino / Reuters
O ministro Admar Gonzaga Neto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi acusado de violência doméstica pela esposa dele, Elida Souza Matos. A mulher foi à a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), em Brasília, na madrugada desta sexta-feira (23), para fazer boletim de ocorrência. As informações são do portal Metrópoles.

Elida contou que foi xingada por Admar, com quem está junto há mais de dez anos. Segundo ela, o marido disse que ela “não serve nem pra pano de chão” durante uma discussão. Ele teria, em seguida, jogado exaguante bucal nela, o que teria lhe causado um ferimento no olho. Elida pediu medida protetiva contra Gonzaga Neto.
Uma testemunha afirmou ter ouvido gritos do ministro chamando a mulher de “vagabunda” e dizendo “quero que você saia de casa para eu te ver na sarjeta”, embora não tenha presenciado a agressão. A mesma pessoa, que prefere não ser identificada, conta que Gonzaga Neto seria uma “pessoa controladora” .
O TSE informou que não compete à Corte tomar providências em relação à ocorrência e que a investigação será enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), já que o ministro tem foro privilegiado.
O advogado do ministro, Antônio Carlos de Almeida Castro, afirmou em nota que o casal “lamenta profundamente” a situação e que “o incidente não passou de um desentendimento, com exasperação de ambos os lados”.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb