Publicidade

Postagem em destaque

Verba a programa contra seca no Nordeste e em MG sofre corte de 95%

Informação consta em Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) enviado pela gestão de Micher Temer ao Congresso © DR Premiado internac...

domingo, 11 de junho de 2017

Pai denuncia que filho é vitima de racismo em supermercado

"Não desculpo porque eu vi o olhar de susto do Meu Filho", desabafou educador

© Arquivo Pessoal
"Um menino segurando um chocolate perto da fila dos caixas. O que havia de suspeito, errado ou ameaçador nesse comportamento?". O questionamento é de André Couto, de 38 anos. Ao sair para as compras em um supermercado neste sábado (10), no Rio de Janeiro, o educador sentiu o peso dobrado do preconceito, pois ele estava sendo dirigido ao próprio filho. Everton, de 12 anos, pediu um chocolate e o pai pediu que ele checasse o valor em uma máquina de verificação de preço, enquanto continuava a passar as compras dos dois no caixa.


Ao virar-se, conforme relato de Couto em postagem no Facebook, ele viu um segurança tomou o chocolate das mãos da criança e, dando-lhe tapinhas nas costas, o pedia que saísse do estabelecimento. "Por alguma razão, o segurança se sentiu autorizado em abordar o Meu Filho sem, ao menos, verificar se ele estava ou não acompanhado. Aliás, nada estaria errado caso ele estivesse sozinho. Ao perceber a minha fúria com aquela cena bizarra, o fiscal me pediu desculpas, em seguida os gerentes da loja me pediram desculpas", conta Couto.
"Repito aqui o que disse em alto e bom som na loja: não desculpo. Não desculpo porque eu vi o olhar de susto do Meu Filho", lembra o pai. O educador diz ainda que se sentiu pior pelo fato de o filho, que adotou há 18 meses, tivesse se sentido culpado. "Não desculpo porque o Meu Filho, vendo o meu rosto transtornado, me pediu desculpas como se ele tivesse feito algo errado".
Couto também aproveita o desabafo para criticar atos de "racismo sofridos num país que gosta de se olhar no espelho e ver refletido uma democracia racial". Procurado pelo jornal Extra, o Supermercado Princesa de Laranjeiras informou apenas que o "escritório só funciona de segunda a sexta-feira".

Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb