Publicidade

domingo, 25 de junho de 2017

Pesquisa aponta que maioria da população é contra reforma trabalhista

Enquete na página do Senado mostra 129,5 mil pessoas contra a proposta e apenas 5,7 mil a favor

© Reprodução
Tema de grande interesse nacional, a reforma trabalhista tem sido avaliada pela população na consulta pública aberta no e-Cidadania, na página do Senado na internet.

Até a manhã da última sexta-feira, 129,5 mil pessoas se manifestaram contra a proposta. Apenas 5,7 mil participantes registraram voto a favor. As informações são da Agência Senado.
Segundo o senador Paulo Paim (PT-RS), essa rejeição é óbvia e reflete a perversidade da proposição.
"É a desumanização da ação política. O homem se transforma num opressor. O país passa a ser uma grande senzala, desta vez não só de negros, mas com brancos, idosos, mulheres, trabalhadores do campo e da cidade. Não podemos aceitar. Isso não é um processo natural do mundo do trabalho. Não é natural. É desumano", condenou.
A proposta de reforma trabalhista, contida no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2017, será submetida a mais uma votação no Senado. Na próxima quarta-feira (28), será a vez de os integrantes da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) opinarem. Antes, o texto foi derrotado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS). 
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb