Publicidade

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Pilates pode ser alternativa para dores lombares; saiba mais

Exercício pode ajudar no fortalecimento da musculatura estabilizadora da lombar, restabelecendo o equilíbrio e protegendo a coluna durante as atividades do dia a dia

© Wikipedia
As dores lombares são cada vez mais comuns na vida das pessoas - desde crianças até adultos e idosos. Ocorrem devido à má postura e a falta de condicionamento físico, que aumentam o desgaste da coluna. Quem sofre com esse problema e está à procura de um tratamento pode encontrar no pilates a solução ideal para fortalecer a musculatura, melhorar a postura e minimizar o impacto das atividades do dia a dia.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, cerca de 60 a 70% da população na idade adulta será comprometida com alguma dor na região lombar. As principais causas são torções musculares, ocasionada por excesso de peso nas costas, atividades corriqueiras que causam sobrecarga nas articulações da coluna e das vértebras, falta de flexibilidade, envelhecimento, aumento do peso corporal, gestação, alterações biomecânicas, hérnia de disco, entre outros.
Segundo a fisioterapeuta e professora de Pilates da Beautè Clínica de Estética e Pilates, Fernanda Affonso, o método é indicado por conta da grande variedade de exercícios que ajudam no fortalecimento da musculatura estabilizadora da lombar. “Os exercícios criam uma base de músculos mais fortes. Assim é possível restabelecer o equilíbrio do corpo e proteger a coluna durante qualquer atividade física ou mesmo nas ações rotineiras”, explica.
As sessões de pilates podem ser feitas por qualquer pessoa e devem sempre ser acompanhadas por um profissional capacitado que irá avaliar as condições do paciente. É ele que irá determinar os melhores exercícios para serem executados. Na maioria dos casos, em apenas um mês de tratamento, já é possível sentir uma melhora.
Além disso, a fisioterapeuta Fernanda Affonso aponta algumas dicas simples que podem prevenir e minimizar as dores lombares: dormir com um travesseiro entre os joelhos, de lado, ou de barriga pra cima, com o travesseiro atrás do joelho; levantar da cama sempre de lado; pegar um objeto no chão sempre agachado e sem inclinar a coluna; durante o trabalho, ajustar as cadeiras evitando inclinar para trás, ter pés apoiados sempre no chão, sentar usando todo o encosto da cadeira; usar salto não muito alto.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb