Publicidade

sábado, 17 de junho de 2017

Policial que matou motorista negro é inocentado nos EUA

O incidente ocorreu em 6 de julho de 2016 durante uma blitz em St. Paul, Minnesota, e foi parcialmente gravado pela namorada da vítima, que postou o vídeo no Facebook

© Divulgação
Nesta sexta-feira (16), o juri popular de Minnesota, nos Estados Unidos, absolveu o policial Jeronimo Yanez, de 29 anos, acusado de matar um motorista negro cujos momentos finais foram gravados pela namorada e publicado nas redes sociais.

De origem latina, Yanez foi inocentado pelo juri das acusações de assassinato em segundo grau e uso de arma letal em situação que colocou em risco a namorada de Philando Castile, Diamond Reynolds, e sua filha de quatro anos.
Segundo informações da AFP, as duas vítimas estavam no carro com o motorista, quando o policial atirou nele.
Antes de ser baleado, Castile teria dito ao policial que estava armado e possuía licença de porte. O agente de polícia alegou que o motorista desobedeceu uma ordem para deixar as mãos à vista, realizando um movimento brusco. Em seguida, Yanez efetuou sete disparos contra o motorista.
O incidente ocorreu em 6 de julho de 2016 durante uma blitz em St. Paul, Minnesota, e foi parcialmente gravado por Reynolds, que postou o vídeo no Facebook mostrando a agonia do namorado no banco do motorista. A gravação resultou em uma onda de protestos nos EUA e trouxe à tona a permanente tensão entre a polícia e os afro-americanos no país.
"Estou furiosa. Sim, estou", disse Valerie, mãe de Castile. "O sistema segue falhando com os negros e seguirá assim".
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb