Publicidade

Postagem em destaque

Verba a programa contra seca no Nordeste e em MG sofre corte de 95%

Informação consta em Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) enviado pela gestão de Micher Temer ao Congresso © DR Premiado internac...

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Suspeito de atacar mesquita tinha perfil "atípico" para um terrorista

Homem que morava em Cardiff não estava no radar das autoridades

© REUTERS/Neil Hall
Um homem de 1,93m, com quatro filhos e que vivia em Cardiff em uma casa comum como a de tantos britânicos. Essa é a descrição de Darren Osborne, o homem preso acusado de atropelar e esfaquear muçulmanos próximos à mesquita de Finsbury Park, em Londres. 

Com um perfil "atípico" para um terrorista, Osborne não estava no radar das autoridades britânicas como um sujeito que poderia cometer um crime do tipo. Segundo testemunhas contaram ao jornal "The Guardian", até mesmo as frases de ódio ditas por ele durante o ataque não eram comuns.   
De acordo com uma vizinha, ele nunca teve um comportamento ofensivo contra muçulmanos até o último sábado (17), quando chamou o filho dela, de 12 anos, de "mestiço".   
Nascido em Cingapura, o homem de 47 anos cresceu em Weston-super-Mare, no litoral, e foi morar em Cardiff já adulto.   
Alguns conhecidos informaram à mídia britânica que apesar de estar recentemente separado - apesar da família não confirmar a informação -, ele via os quatro filhos com frequência.   
Com alguns problemas com bebida, ele nunca chamou a atenção dos vizinhos - seja para o bem ou para o mal - até o último fim de semana. Durante a noite do sábado, ele foi a um bar local e, após estar visivelmente bêbado, dizia que iria "rogar uma maldição" contra os muçulmanos e que "faria algo" contra eles.   
Ainda não se sabe o que causou a mudança de comportamento. As autoridades já anunciaram que fizeram buscas na residência de Osborne para tentar entender o que causou o ataque. (ANSA)
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb