Publicidade

sábado, 17 de junho de 2017

Temer se reúne com ministros no Jaburu após entrevista de Joesley

Estiveram com o presidente Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo, e Torquato Jardim, da Justiça

© BETO BARATA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
O presidente Michel Temer se reuniu com dois ministros, neste sábado (17), no Palácio do Jaburu, em Brasília, após a divulgação da entrevista concedida pelo empresário Joesley Batista à revista Época.


Estiveram com o presidente Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo, e Torquato Jardim, da Justiça, de acordo com o portal G1..
Em nota à imprensa, nesta manhã, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) informou que Temer entrará na Justiça contra o dono da JBS. De acordo com a Secom, serão ações na esfera cível e criminal.
“Este fim de semana, em entrevista à revista Época, esse senhor desfia mentiras em série”, diz a nota da Secom. Na mensagem, a Secom reforça que os pleitos do empresário nunca foram aceitos pelo governo. Em outubro de 2016, por exemplo, o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) impediu a transferência de domicílio fiscal das empresas de Batista para a Irlanda, mantendo-o ao alcance das autoridades brasileiras.
“Suas mentiras serão comprovadas e será buscada a devida reparação financeira pelos danos que causou, não somente à instituição Presidência da República, mas ao Brasil. O governo não será impedido de apurar e responsabilizar o senhor Joesley Batista por todos os crimes que praticou, antes e após a delação”, informou a nota.
No texto, a Presidência também critica o acordo de delação premiada firmado pelo empresário e o chama de "bandido notório".
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb