Publicidade

domingo, 23 de julho de 2017

Alemanha teme o retorno da crise migratória à Europa

A publicação destacou que Schulz pretende visitar a Itália, onde discutirá com as autoridades locais os problema dos refugiados que imigram ilegalmente para a Europa

© Reuters
O presidente do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), Martin Schulz, declarou neste sábado que a crise de imigração de 2015 pode voltar com nova força, informou o jornal Bild am Sonntag.


"Em 2015 a Alemanha recebeu mais de um milhão de refugiados. Em sua maioria, sem nenhum controle. Naquele momento, a chanceler abriu as fronteiras com a Áustria. Isso foi feito com intenções boas e humanitárias. Infelizmente, sem acordo prévio com os nossos colegas europeus. Se não adotarmos medidas agora, a situação pode se repetir", disse o ex-presidente do Parlamento Europeu.
A publicação destacou que Schulz pretende visitar a Itália, onde discutirá com as autoridades locais os problema dos refugiados que imigram ilegalmente para a Europa.
A imprensa alemã divulgou que o ministério das Relações Exteriores da Alemanha estima o ingresso de 200 a 300 mil refugiados no país só este ano. Com informações do Sputnik Brasil.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb