Publicidade

Postagem em destaque

Quase 40% dos consumidores devem comprar na Black Friday, diz pesquisa

Segundo o levantamento, que ouviu 1.616 pessoas nas 27 capitais brasileiras, 39% dos consultados planejam fazer compras durante a promoção ...

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Designer polemiza ao oferecer moradia em troca de trabalho

Designer Patrícia Gomes Benfica Malizia, de 44 anos, oferece "uma ótima oportunidade"

© Facebook
"Quer morar em um apartamento descolado sem pagar nada?" pergunta um anúncio que ganhou repercussão no Facebook neste domingo (9), seis dias após ser publicado. No texto, a designer Patrícia Gomes Benfica Malizia, de 44 anos, oferece "uma ótima oportunidade": morar na Zona Sul de São Paulo, perto de "transporte público para toda região da cidade e a 3km do metrô Jabaquara/Conceição". A informação que causou polêmica vem a seguir, e em letras maiúsculas, no post: "em troca de ajudar nos cuidados de um rapazinho bem educado de 7 anos!".

Com acabamento de "publicidade", a divulgação é voltada para estudantes que busquem casa em São Paulo e especifica que a candidata precisa"gostar de criança, saber cozinhar e organizar a casa". "Não precisa fazer um cardápio mirabolante. Pratos mais simples e um suco já estão bons", conclui Patrícia.
Até a tarde deste domingo, a postagem tinha mais de 3 mil comentários. Neles, a designer é chamada de "sem noção", questionada "se dorme na casa grande ou na senzala" e informada que "a escravidão acabou", entre outras críticas. Em entrevista ao Extra, a designer se defende dizendo que a proposta tinha intenção de permuta.
"Não posso pagar uma babá registrada, com o décimo terceiro e férias. Foi aí que surgiu a ideia. No apartamento, caberia muito bem mais uma mãe e uma criança, que dividiriam o quarto com meu filho. Por que uma mão não pode ajudar a outra?”, disse Patrícia.
Na entrevista, além de defender a ideia, Patrícia diz que quer levá-la a um programa de TV. Declarou ainda que recebeu diversos currículos e que está em fase de seleção. Apesar de se declarar "feliz com a repercussão", @PatríciaMãeDoThéo apagou o post.
De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), trabalhar sem receber é uma condição análoga à escravidão. 
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb