Publicidade

Postagem em destaque

Disney compra a Fox; entenda o que isso significa

O acordo inclui 39% das ações da Fox sobre a Sky, na Europa, além dos canais pagos FX e National Geographic, e ainda abocanha a Hulu © L...

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Febre de Oropuche: dois casos são confirmados na Bahia

Arbovirose é mais comum na região amazônica e tem sintomas parecidos com dengue e zika

© iStock
Dois casos de uma arbovirose rara foram confirmados na Grande Salvador, na Bahia, nesta quinta-feira (27). A febre de oropouche, transmitida pelo maruim ou pela muriçoca, foi diagnosticada em uma criança de 10 anos e um adolescente de 16, na capital e em Lauro de Freitas, respectivamente.

Conforme o médico infectologista Antônio Bandeira informou ao Correio da Bahia, os casos ocorreram em novembro e dezembro passados, mas foram confirmados apenas em junho, após conclusão de testes realizados no Instituto de Ciências da Saúde (ICS), da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

"Os testes deram negativo pra zika, chikungunya, dengue", contou. Com a sequência das investigações, o diagnóstico de oropouche foi confirmado. Os sintomas são os mesmos das demais arborviroses: febre, dores no corpo e manchas vermelhas na pele. O tratamento, segundo o infectologista, também é semelhante: "hidratar bastante e depois tomar as medicações para os sintomas. Mas quem deve prescrever o tratamento é o medico", alertou Bandeira.
Mais comum na Amazônia, a febre de oropuche nunca havia sio registrada na Bahia até 2016. De acordo com Bandeira, "esses dois casos mostram que esse vírus está circulando". Nenhum dos infectados viajaram para a região amazônica.
A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que ainda não foi notificada sobre a incidência da doença na Bahia e que não há registros anteriores da circulação do vírus no estado. A Secretaria Municipal de Saúde, no entanto, confirmou ao Correio da Bahia ter sido notificada dos dois casos da doença.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb