Publicidade

Postagem em destaque

Renan ironiza fala da PGR sobre Geddel: 'Achei que o chefe era outro'

Senador usou suas redes sociais para alfinetar o presidente Michel Temer © Waldemir Barreto/Agência Senado A procuradora-geral da R...

terça-feira, 25 de julho de 2017

Homem que matou irmã deixou bilhetes para a polícia e plano de fuga

Ele deixou uma mensagem para a corporação pedindo para os responsáveis do homicídio fossem achados

© Reprodução/Facebook
O único suspeito de matar a produtora de elenco Maria Luana Diogo Oliveira, assassinada nessa segunda-feira (24), em Laranjeiras, na Zona Norte do Rio, tinha um plano de fuga, segundo a polícia. O irmão da vítima, identificado como Pedro Luiz Diogo Oliveira, foi preso na noite do dia do crime. Ele deixou um bilhete para a corporação pedindo para que os responsáveis do homicídio fossem encontrados.


Além do comunicado aos policiais, Pedro também tinha deixado uma nota fiscal referente à compra de materiais. A aquisição dos produtos, afirmou a polícia, indicava que ele pretendia fugir após cometer o crime. O suspeito teria cometido o assassinato, relatou o Extra, porque a irmã era impura por não frequentar a seita. "Para ele, quem não frequentava era impuro e devia ser eliminado", explicou a delegada Marcela Ortiz.

Perícia
O corpo de Maria já devia estar na residência há, pelo menos, dois dias, garantiu a Polícia Civil. O laudo necroscópico apontou uma "ação perfuro cortante". No local, foi apreendido um martelo. Também foram detectados sinais de queimaduras nos braços, no rosto e no peito da produtora, o que fez os policiais acreditarem que Pedro tentou queimar o corpo.
Facebook
Pedro havia duas contas na rede social, sendo um pessoal e outro falso. Em uma conversa, ele se dizia chocado com o crime e afirmou que a irmã estava morta.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb