Publicidade

Postagem em destaque

Criptomoedas estão sendo usadas em esquemas de pirâmide, diz promotor

"Moedas virtuais do jeito que estão hoje com essa subida vertiginosa, onde não há lastro, não há ninguém para regular", diz espec...

domingo, 2 de julho de 2017

Janot: 'não é preciso prova satânica para ligar Temer a mala'

Procurador-geral da República disse que as provas contra o presidente são mais do que suficientes para apresentar uma denúncia

© Reuters / Adriano Machado
"Não é preciso uma prova 'satânica', quase impossível, para ligar o presidente Michel Temer à mala com dinheiro recebida pelo ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial de Temer", afirmou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, neste sábado (1º).

A declaração de Janot aconteceu durante a palestra “Desafios no combate à corrupção: a Operação Lava Jato” no 12° Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo). A Operação Lava Jato foi tema central do evento em São Paulo, que começou na quinta-feira (29) e termina neste sábado.
Durante o discurso, o procurador-geral da República defendeu que as provas contra o presidente são mais do que suficientes para apresentar uma denúncia, relembrando uma frase antiga usada dentro da Procuradoria. "Não é possível que para eu pegar um picareta eu tenha que tirar a fotografia do sujeiro tirando a carteira do bolso de outro. Ninguém vai passar recibo. Esse tipo de prova é satânica, é quase impossível. Tem que se olhar a narrativa", explicou Janot.
A reportagem do G1 destaca que a expressão usada por Janot trata-se de um trocadilho com o termo “prova diabólica”. No direito, "prova diabólica" é a modalidade de prova impossível ou excessivamente difícil de ser produzida.
Janot disse ainda que não gostou de denunciar o presidente da República. "Queria passar ao largo disso, mas tenho que cumprir minha missão."
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb