Publicidade

domingo, 23 de julho de 2017

Joesley diz que se sentiu 'um novo ser humano' após delação

Em artigo, empresário diz ser alvo de 'mentiras em série' desde que denunciou esquema de corrupção que envolveria o presidente Michel Temer

© DR
O empresário Joesley Batista, da J&F, afirmou ter se surpreendido com o vazamento do conteúdo de sua delação em artigo publicado neste domingo (23) no jornal Folha de S. Paulo. No texto, ele diz ainda que se sente como "um novo ser humano" desde 17 de maio, dia em que suas denúncias contra o presidente Michel Temer chegaram à imprensa.


"Dezessete de maio de 2017, aniversário de 12 anos de um dos meus filhos - que deixaria a escola e sairia do país a meu pedido -, foi também o dia do meu renascimento. Senti-me um novo ser humano, com valores, entendimento e coragem para romper com elos inimagináveis da corrupção praticada pelas maiores autoridades do nosso país", diz trecho do texto.
Batista descreve como "turbilhão" a situação em que entrou desde o vazamento. Ele afirma também ser alvo de mentiras que envolvem sua família, amigos e funcionários.
"Políticos, que até então se beneficiavam dos recursos da J&F para suas campanhas eleitorais, passaram a me criticar, lançando mão de mentiras. Disseram, por exemplo, que, depois da delação, eu estaria flanando livre e solto pela Quinta Avenida, quando, na verdade, nem em Nova York eu estava", escreveu ele.
"Mentiras foram alardeadas em série. Mentiram que durante esse período eu teria jantado no luxuoso restaurante Nello, em Nova York; mentiram que eu teria viajado para Mônaco a fim de assistir ao GP de Fórmula 1; mentiram que eu teria fugido com meu barco", prossegue o artigo.
O empresário diz estar focado no segurança da própria família desde a divulgação da delação. "A única verdade que sei é que, desde aquele 17 de maio, estou focado na segurança de minha família e na saúde financeira das empresas, para continuar garantindo os 270 mil empregos que elas geram", afirma.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb