Publicidade

Postagem em destaque

Sob pressão, Temer recua e decide revogar extinção da Renca

Decisão deve ser anunciada nesta segunda-feira (25) pelo ministro de Minas e Energia, Bezerra Coelho © Reuters Sob críticas de enti...

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Longos dias de trabalho podem sobrecarregar o coração, diz estudo

Trabalhar mais de 55 horas por semana aumenta o risco de desenvolver problemas graves de coração em 40%

© DR
Vários estudos já concluíram que trabalhar por turnos e durante muitas horas aumenta o risco de AVC. Agora, um novo estudo aponta que as pessoas que trabalham mais de 55 horas por semanas têm 40% mais risco de sofrer de batimentos cardíacos irregulares – condição chamada fibrilação atrial - do que as pessoas que trabalham as usuais 35 a 40 horas semanais.

O principal autor do estudo, professor Mika Kivimaki, do University College London, diz: "Estas descobertas mostram que as longas horas de trabalho estão associadas a um risco maior de fibrilação atrial, a arritmia cardíaca mais comum.”
A fibrilação atrial, como explica o jornal The Guardian, acontece porque os impulsos elétricos naturais que controlam o ritmo regular do coração perdem a sua coordenação. As pessoas que sofrem desta condição podem ter palpitações – a sensação de pulso acelerado ou irregular - e sentir-se ofegantes e tontas. A fibrilação atrial pode levar ao AVC, à insuficiência cardíaca e à demência.
Para este estudo os pesquisadores analisaram informação sobre os padrões de trabalho e a saúde de 85.494 homens e mulheres, a maioria na meia idade, do Reino Unido, da Dinamarca, da Suécia e da Finlândia.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb