Publicidade

Postagem em destaque

Verba a programa contra seca no Nordeste e em MG sofre corte de 95%

Informação consta em Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) enviado pela gestão de Micher Temer ao Congresso © DR Premiado internac...

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Médica que negou atendimento a bebê será indiciada por homicídio

O menino tinha problemas neurológicos e morreu uma hora e meia depois a espera de um novo socorro

© Divulgação
Acusada de ter negado atendimento a uma criança de 1 ano e 6 meses, a médica Haydee Marques da Silva, de 66 anos, será indiciada por homicídio doloso, ou seja, com intenção de matar.

Segundo informações do Extra, o menino tinha problemas neurológicos e morreu uma hora e meia depois a espera de um novo socorro.
A delegada responsável pelo caso, Isabelle Conti, disse que Haydee vai responder ao processo em liberdade, porém, caso seja condenada, poderá pegar de 6 a 20 anos de prisão.
De acordo com a publicação, o laudo do Instituto Médico Legal (IML) constatou que a médica poderia ter evitado a morte de Breno e que a demora no atendimento, seja qual for, foi determinante para o óbito da criança. Ela teria negado a fazer o atendimento alegando não ser pediatra.
O documento conclui que a profissional de saúde tinha que ter feito o atendimento em, no máximo, 10 minutos.
À polícia, a médica Haydee Marques da Silva admitiu que não prestou socorro a Breno porque não atende crianças. A profissional era funcionária da Cuidar Emergências Médicas, que prestava serviços para a Unimed-Rio, e foi demitida um dia depois do ocorrido.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb