Publicidade

Postagem em destaque

Criptomoedas estão sendo usadas em esquemas de pirâmide, diz promotor

"Moedas virtuais do jeito que estão hoje com essa subida vertiginosa, onde não há lastro, não há ninguém para regular", diz espec...

terça-feira, 4 de julho de 2017

Protetor solar pode se tornar tóxico ao ser usado em piscinas com cloro

Estudo revela que o cloro pode reagir a um componente do protetor, gerando substâncias tóxicas para o ser humano

© DR
De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estatal de Moscou, na Rússia, o cloro – um químico usado para desinfectar a água de piscinas  - ‘quebra’ o protetor solar, gerando toxinas potencialmente perigosas.

Apesar de, sozinha, a Avobenzona ser inofensiva, parece se tornar tóxica quando reage ao cloro e aos raios ultravioleta. A substância é um composto muito comum nos protetores solares e principal bloqueador dos raios solares. 
De acordo com simulações feitas com nadadores que usavam protetor solar, da mistura do cloro com os raios solares e a avobenzona resultaram toxinas como aldeídos, fenóis e acetilbenzenos clorados. 
Segundo o Express britânico, os cientistas acreditam que elas podem provocar disfunções no fígado e nos rins, bem como distúrbios do sistema nervoso e até câncer. Sendo que os dois últimos (fenóis e acetilbenzenos clorados) são considerados extremamente tóxicos e estão fortemente ligados a tumores mortais e infertilidade, segundo destacaram os especialistas da Universidade Estatal de Moscou.
Agora, os investigadores estão estudando como a avobezona reage ao ser exposta à combinação de cloro e água do mar das piscinas marítimas.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb