Publicidade

segunda-feira, 3 de julho de 2017

"Que os desonestos respondam por seus atos", diz Calero

Declaração foi dada após a prisão de Geddel Vieira Lima

© Marcelo Camargo/ Agência Brasil
O ex-ministro da Cultura Marcelo Calero reagiu nesta segunda-feira (3) à prisão de Geddel Vieira Lima e defendeu que prevaleça "a justiça, a democracia e a verdade" no país.
Em conversa com a reportagem, ele disse que sonha com um país em que os "os honestos possam dar sua contribuição e os desonestos respondam por seus atos".
Nesta segunda-feira (3), Geddel, ex-ministro da Secretaria de Governo e aliado do presidente Michel Temer, foi preso pela Polícia Federal na Bahia.
"Não cultivo o sentimento mesquinho da vingança, mas sonho com um país em que os honestos possam dar sua contribuição e os desonestos respondam por seus atos. Que, acima de tudo, prevaleça a justiça, a democracia e a verdade", disse Calero.
Ele deixou o governo peemedebista no ano passado após acusar Geddel, em entrevista à Folha de S.Paulo, de pressioná-lo a produzir parecer técnico para viabilizar empreendimento no qual o então chefe da Secretaria de Governo tinha apartamento na Bahia.
Também em entrevista à Folha de S.Paulo, Geddel reconheceu que tratou com o Calero sobre o projeto imobiliário na Bahia, mas negou que o tenha pressionado a produzir um parecer técnico para liberar o empreendimento.
A prisão é preventiva, ou seja, sem tempo determinado de duração, e foi determinada a pedido do Ministério Público e da Polícia Federal, para quem o ex-ministro de Michel Temer tentou atrapalhar as investigações.
A Polícia Federal deflagrou em janeiro a operação Cui Bono? ("A quem beneficia?", em latim), que mirava Geddel e sua gestão na vice-presidência de pessoa jurídica na Caixa Econômica Federal, entre 2011 e 2013. Com informações da Folhapress.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb