Publicidade

Postagem em destaque

Com a crise, número de brasileiros que deixa o país dispara

Perfil de emigrantes é, na maioria, pessoas de 30 a 55 anos, que se mudam com a família © Steven Saphore/Reuters A quantidade de pe...

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Temer teria pedido a ministro para pressionar relator da denúncia

Presidente se reuniu com Leonardo Picciani, na noite de terça-feira (4), logo após o nome de Sergio Zveiter ser anunciado pela CCJ

© Marcos Corrêa/PR
O presidente Michel Temer, na companhia do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, teria recorrido ao também ministro Leonardo Picciani (PMDB-RJ), do Esporte, nessa terça-feira (4), na tentativa de conseguir um aceno positivo do também peemedebista Sergio Zveiter (RJ) em relação à denúncia contra o presidente.
Zveiter foi escolhido como relator do processo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara e, segundo informações da jornalista Andréia Sadi, do portal G1, não teria agradado ao Planalto, já que ele é considerado independente.
Leonardo, que é filho do cacique do PMDB no Rio e presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Jorge Picciani, reuniu-se com Temer e Padilha, na noite de ontem, no Palácio do Planalto.
Ele confirmou o encontro, mas negou que a intenção do presidente fosse pedir que interferisse junto ao relator. Disse que o objetivo foi buscar apoio da bancada do PMDB. "Estamos conversando, buscando apoio".
Já Zveiter afirmou conhecer Picciani, mas foi firme ao considerar nula a chance de ceder às pressões. "Conheço Leonardo, como toda a bancada. Ele era líder do PMDB. Mas assim como nunca interferi no trabalho dele como ministro, a chance é zero de ele interferir no meu. Não há possibilidade alguma de me pressionar. Vou ouvir todo mundo, mas vou trabalhar de acordo com a Constituição e com a minha consciência no processo", disse o relator da denúncia.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb