Publicidade

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Combate a vans ilegais no Rio favorecia propina a Cabral, diz MPF

Tese consta em denúncia aceita nesta terça-feira pela Justiça

© Marino Azevedo / Gov RJ
Denúncia do Ministério Público Federal aceita pela Justiça nesta terça-feira levanta a tese de que, durante a gestão Sérgio Cabral, o combate a vans ilegais no Rio de Janeiro era uma demanda dos empresários de ônibus, que, em troca, pagavam propina ao ex-governador.

"Uma das maiores prioridades (do governo Cabral foi) o combate intensivo contra o transporte alternativo, atividade que, muito embora seja esperada da referida entidade estatal, veio a atender aos interesses dos empresários de ônibus à época e, no contexto da investigação ora empreendida, permite inferir que tal atuação, dentre outras, gerou como contraprestação os pagamentos milionários a título de propina", diz a denúncia do MPF.
Cabral e o então presidente do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) do Rio, Rogério Onofre, estão presos sob acusação de receberem propina, apenas do setor de transportes, nos valores de R$ 144 milhões e R$ 34 milhões, respectivamente.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb