Publicidade

Postagem em destaque

Verba a programa contra seca no Nordeste e em MG sofre corte de 95%

Informação consta em Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) enviado pela gestão de Micher Temer ao Congresso © DR Premiado internac...

sábado, 5 de agosto de 2017

Ex-procurador começou a atuar pela JBS cinco dias após exoneração

Miller participou de reunião sobre delação de executivos da empresa

© Alex Lanza/MPMG
O ex-procurador federal Marcelo Miller começou a atuar pela JBS, empresa do grupo comandado pelos irmãos Wesley e Joesley Batista, logo após ter sido exonerado de seu cargo no Ministério Público Federal.

De acordo com o colunista Ricardo Noblat, Miller participou, como advogado do grupo, de uma reunião na Procuradoria-Geral da República apenas cinco dias depois de sua saída, dia 11 de abril deste ano.

O nome de Miller está no livro de entrada e saída do prédio da PGR e a própria Procuradoria confirmou a informação. 
O encontro se deu apenas um dia após a homologação da delação de executivos da empresa pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Facchin. Delação essa, que veio à tona em maio e gerou denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva, que não foi aceita pela Câmara e teve seu prosseguimento interrompido.
LAVA JATO
Marcelo Miller fez parte da força-tarefa do MPF para a Lava Jato. Logo após sua entrada no escritório que defende o grupo J&F, da qual a JBS faz parte, a Associação Nacional de Procuradores da República sugeriu a Rodrigo Janot, procurador-geral da República, uma quarentena para exonerados.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb