Publicidade

sábado, 5 de agosto de 2017

Idoso morre após esperar dois meses por amputação em São Paulo

George Gomes Lima estava com infecção generalizada e teria morrido por "causas múltiplas"

© Elaine Cristina Lima da Silva/Arquivo Pessoal
O aposentado George Gomes de Lima, de 69 anos, que há dois meses esperava por uma cirurgia de amputação, em São Paulo, faleceu nesta sexta-feira (4). Diabético, quando procurou Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Lima estava com um dedo do pé necrosado. Quase 60 dias depois, conforme boletim do Hospital Irmã Dulce, para onde foi encaminhado, o paciente estava com infecção generalizada e teria morrido por "causas múltiplas".

Diagnosticado na UPA, o idoso foi internado no Hospital de Pequeno Porte (HPP), em Santos, para aguardar uma vaga de cirurgia. Com o agravamento do caso, os médicos decidiram amputar todo o pé do paciente e transferi-lo para o Irmã Dulce, em Praia Grande. Menos de 12 horas após a transferência, George Lima faleceu.

"À noite, ligaram para a gente informando que meu tio tinha infartado. Além da tristeza, eu estou revoltada. É um descaso", desabafou. A sobrinha acusa do HPP de negligência. "Meu tio teve que receber três bolsas de sangue no Irmã Dulce. Em Santos, aquele hospital está abandonado, e o médico que o atendeu pouco fazia questão de dar atenção", declarou.
De acordo com a Secretaria de Saúde de Santos, George Lima precisava de leito especializado para tratamento vascular e a transferência era de responsabilidade da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross). A secretaria informou ainda que, com a liberação da vaga no Irmã Dulce, nesta sexta, o paciente recebeu toda a assistência "da equipe multiprofissional da unidade".
A pasta também informou ao G1 que o único hospital habilitado para cirurgia vascular de membros inferiores, na região, é o Santo Amaro, localizado no Guarujá.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb