Publicidade

Postagem em destaque

Homicídios no Brasil mataram mais do que guerras na Síria e Iraque

Segundo dados do Datasus, 786.870 pessoas foram assassinadas no Brasil entre janeiro de 2001 e dezembro de 2015 © Reuters Os assassin...

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Luc Besson explica por que não poderia ter feito 'Valerian' há 5 anos

Diretor francês leva aos cinemas HQ dos anos 1960 graças ao avanço da tecnologia

© DR
O diretor francês Luc Besson finalmente concretizou sua adaptação de uma série de histórias em quadrinhos dos anos 1960 com o filme "Valerian e a Cidade dos Mil Planetas", que estreia nesta quinta (10).
Besson, em entrevista ao jornal O Globo, afirmou que não poderia ter feito esse mesmo filme há cinco anos. "Valerian" tem 2.734 intervenções de efeitos especiais.

"Foi, na ponta do lápis, quinze vezes mais complicado (risos). 'Valerian' simplesmente não poderia ser feito há cinco anos. Comecei a trabalhar no roteiro na década passada, sabia o que queria dizer com o filme e pensava, esperançoso: 'Um dia vai ser possível transformar esta história em cinema'", disse.

Luc Besson ainda aponta quem abriu esse caminho no cinema.

"James Cameron! (risos). Com 'Avatar', ele conseguiu forçar um avanço tecnológico, ao lado de Peter Jackson e do pessoal da Weta, que mudou o cinema para sempre. Você vê o resultado desta tecnologia de um modo mais industrial, com as adaptações dos super-heróis da Marvel e da D.C. E agora terá o caos meu de cada dia (risos)", conta o cineasta.
O filme conta a história da dupla de viajantes do tempo Valerian (Dane DeHaan) e Laureline (Cara Delavigne), que lutam na defesa da Terra e se aliam contra grupos malévolos vindos de galáxias distantes. Ethan Hawke, Clive Owen e Rihanna fazem participações especiais.
A série em quadrinhos iniciada em 1967 pelos franceses Pierre Christin e Jean-Claude Mézières também foi uma influência para George Lucas na saga "Guerra nas estrelas".
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb