Publicidade

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Luiz Melodia: os hits e o último show ao vivo; assista

'Pérola Negra' e 'Juventude Transviada' são alguns dos sucessos do cantor, que faleceu nesta sexta

© Divulgação
O cantor e compositor carioca Luiz Melodia, que morreu aos 66 anos nesta sexta-feira (4), foi uma das principais vozes do MPB. De acordo com a Deezer, as músicas mais tocadas de Melodia na plataforma de streaming são "Pérola Negra", "Juventude Transviada" e "Poeta do Morro". 


O clássico "Ébano" foi a primeira música gravada por Melodia. A canção fez com que ele se tornasse um dos finalistas do Festival Abertura, na Globo, em 1975. O sucesso veio com "Pérola Negra", gravada primeiramente por Gal Costa, e lançada na voz de Melodia em 1973, no álbum de estreia que levou o mesmo nome da canção.

Em 1976 o artista lançou seu segundo disco, "Maravilhas Contemporâneas", que apresentava os sucessos "Congênito" e "Juventude Transviada", música que fez parte da trilha sonora da novela "Pecado Capital".
No álbum "Acústico ao Vivo", lançado em 1999, Melodia trouxe canções de outros compositores que ficaram para sempre marcadas em sua voz, como "Diz que Fui Por Aí", de Zé Kéti.
Na década de 80, o cantor lançou quatro LPs: "Nós", em 1980, "Felino", em 1983, "Decisão", em 1987, e "Claro", no ano 1988.
"Pintando o Sete", lançado em 1991, incluiu a regravação de "Códinome Beija-Flor", sucesso de Cazuza, que integrou a trilha sonora da novela "O Dono do Mundo".
O 14º disco solo do cantor foi "Zerima", lançado em 2014. O disco lhe rendeu o Prêmio Música Popular Brasileira na categoria melhor cantor de MPB. No álbum, Melodia apresentou uma versão de "Maracangalha", de Dorival Caymmi, com a participação de seu filho, o rapper Mahal Reis.
A última apresentação de Melodia foi no "Globo de Ouro Palco Viva", em novembro de 2016. À época,  o cantor postou um vídeo, no Facebook, no qual cantava "Codinome Beija-Flor". Com informações da Folhapress.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb