Publicidade

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Motorista de van desabafa: 'Graças a Deus resgataram as crianças'

"Sou pai e sei como é", contou Joseli Cordeiro, emocionado.

© Divulgação
O condutor da van escolar roubada por um bando de criminosos resumiu os momentos de pânico que viveu, nesta sexta-feira (11), em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Por volta das 7h da manhã, de acordo com a polícia, quatro bandidos armados renderam o motorista e roubaram o veículo com duas crianças dentro.
"A responsabilidade que tenho é também com os pais (das crianças que ele transporta). A gente fica muito em pânico. Não sabe o que pode acontecer. Graças a Deus a polícia agiu imediatamente e conseguiu resgatar as crianças. Sou pai e sei como é", contou Joseli Cordeiro, emocionado.
"Foi um roubo típico. O motorista saiu muito nervoso, porque não teve tempo de retirar as crianças da van. Só havia duas crianças no veículo", disse a delegada Carla Conceição, da 73ª DP (Neves), que elogiou a ação dos policiais.
"Importante destacar a atuação da Polícia Militar. Eles foram muito cuidadosos, conseguiram pegar as crianças em segurança".
De acordo com os investigadores, o assalto ocorreu depois que bandidos não conseguiram invadir o Morro dos Marítimos. Na fuga, eles roubaram o veículo.
"Tudo isso começou com uma informação de que haveria uma tentativa de invasão (de bandidos) ao Morro dos Marítimos (em Niterói) por uma facção criminosa. Durante essa tentativa de invasão, os criminosos não tiveram sucesso e, na fuga, abordaram um veículo. Bateram. E, depois, conseguiram roubar a van. A partir desse momento, todas as equipes do batalhão ficaram de prontidão", disse o coronel Ruy França, comandante do 7º BPM.
Um dos primeiros a chegar ao local onde estavam as crianças, o cabo Azevedo contou sobre o resgate.
"Recebi a informação de que uma van havia sido levada por elementos de fuzil, com duas crianças em seu interior. Passei a informação para o batalhão e avisei outras viaturas. Iniciamos o cerco", disse.
"Vimos muitos elementos com armamento pesado. Mas evitamos confronto e conseguimos resgatar as crianças. Foi emocionante encontrá-las".
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.
Solicitamos não incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML;
comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.
Muito obrigado. Infonavweb