Publicidade

Postagem em destaque

Conta da reforma da Previdência envolve cifras bilionárias

Nos últimos dias, a equipe de Temer intensificou as negociações para aprovar o texto. Deu aval para os congressistas aprovarem projetos que...

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Rússia planeja construir drone multifuncional de 7 toneladas até 2023

Veículo aéreo não tripulado poderá ser equipado com o mesmo motor dos helicópteros Mi-8

© Facebook
A Rússia poderá criar um avião-helicóptero não tripulado de 7 toneladas com empuxo vetorial até 2023, declarou à Sputnik o diretor do Centro de Pesquisas Perspectivas da Rússia, Vladimir Voronov.

De acordo com ele, o equipamento, baseado no drone Fregat, de duas toneladas poderá ser construído já em 2020, enquanto o de sete toneladas até 2023.
O diretor da instituição especificou que o modelo aéreo de duas toneladas poderá ser utilizado para vigiar, atacar e transportar carga.
"O modelo de sete toneladas com carga útil de uma tonelada poderá voar até 3 mil quilômetros de distância. Para um helicóptero é uma distância excepcional", disse Vladimir Voronov.
Segundo ele, o Ministério da Defesa da Rússia poderá considerá-lo como um de ataque por sua característica peculiar — este veículo conseguirá aterrissar e permanecer em qualquer lugar terrestre, seja aeródromo ou não.
"Potenciais inimigos já conhecem todos os aeródromos. Enquanto nosso Fregat precisa apenas de um trecho na floresta", explicou.
Vladimir Voronov também sublinhou que o veículo aéreo não tripulado poderá ser equipado com o mesmo motor dos helicópteros Mi-8.
Segundo o especialista russo na área de veículos voadores não tripulados, Denis Fedutinov, pode-se prever que o futuro drone poderá desempenhar várias tarefas de transporte, baseando-se na experiência global nesta área. Nomeadamente, fornecer aos soldados deslocados em bases afastadas armas, munições, alimentos, remédios e, talvez evacuação de feridos, conforme especificou o especialista. Com informações da Sputnik News.
Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado. Infonavweb